Doenças de inverno: Como a rinosseptoplastia pode ajudá-lo a diminuir problemas respiratórios?

Prevenção de doenças de inverno

O inverno é uma estação que traz consigo diversas mudanças, tanto climáticas quanto ao nosso organismo. Para algumas pessoas, isso significa enfrentar problemas de saúde específicos, como rinite e outras doenças relacionadas ao frio.

Embora a rinosseptoplastia não cure diretamente problemas respiratórios, o procedimento pode auxiliar no tratamento de alterações anatômicas que podem exacerbar condições em uma alergia nasal (rinite alérgica) e ou infecções das cavidades ou seios paranasais (sinusite). Quando uma rinoplastia é combinada com uma septoplastia, as mudanças funcionais feitas durante a cirurgia podem aliviar os sintomas alérgicos e infecciosos crônicos, facilitando a respiração.

Fenômeno APHELION

No inverno, vivenciamos todos os anos, o fenômeno APHELION, afélio em português, onde a terra fica ligeiramente distante do Sol. De acordo com informações do site do Planetário de Montevidéu, o próximo afélio acontecerá com uma distância entre os dois corpos astronômicos de 152.098.455 quilômetros, quando em média a distância é 150.000.000 quilômetros, o que equivale a 8,3 minutos-luz. Isso ocorre porque o caminho da Terra ao redor do Sol é elíptico e não circular, por isso há momentos em que nosso planeta está mais longe do Sol e outros mais próximos (periélio). De acordo com dados da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), neste ano, o afélio irá ocorrer no dia 4 de julho, às 20h57min.

Entretanto, são falsas as mensagens nas redes sociais que o fenômeno provocaria grande impacto sobre o clima. Mas, não podemos deixar de lembrar que neste período do ano as doenças das vias respiratórias aumentam e, por isso, devemos aumentar a imunidade, consumindo muitas vitaminas, uma boa alimentação e sono regular, fortalecendo assim, nossas defesas. Cuidar ao máximo das nossas condições de saúde é imprescindível, pois as doenças do inverno, como gripes, resfriados, sinusites, pneumonias, infecções na garganta e alergias se manifestarão de forma mais pronunciada. Todas essas patologias das vias aéreas superiores e inferiores podem ser evitadas com cuidados básicos, como ventilação, aquecimento, sempre lembrando para não deixar o ambiente seco demais. Problemas anatômicos como desvios do septo, hipertrofia dos cornetos e adenoides devem ser corrigidos para o bom funcionamento do fluxo e defesa da via aérea! Proteger-se do frio com agasalhos apropriados para esta estação é mister… os conselhos das mães estão valendo! Cuidem-se e aproveitem o inverno!

Porque a rinosseptoplastia pode ajudar a melhorar alergias sazonais?

Considerando que o desvio septal não causa a alergia por si só, ele pode exacerbar a intensidade dos sintomas, como congestão e espirros. O mesmo ocorre em relação aos cornetos ou conchas nasais, estruturas endonasais que ajudam a filtrar e umidificar o ar que respiramos.

Ao reduzir o tamanho dos cornetos nasais e eliminar o desvio septal obstrutivo, você sente menos congestão e respira com mais facilidade, mesmo na presença de estado alérgico, mas, obviamente, a rinite alérgica deve receber o adequado tratamento clínico e sempre que se manifestar.

Então, o ideal é realizar o procedimento no inverno?

A cirurgia de rinosseptoplastia, como muitos outros procedimentos, requer um tempo adequado de repouso, tornando o inverno uma época ideal para o procedimento. Aqui estão algumas outras razões pelas quais o inverno pode ser o momento perfeito para você se submeter ao procedimento:

Férias escolares.

Se você ainda é um estudante, seja universitário ou colegial, as férias de inverno são o momento ideal para realizar uma rinosseptoplastia. O período de convalescença requer tempo de inatividade, longe da rotina regular e necessita algum planejamento, especialmente para uma boa cicatrização, alívio dos sintomas e alguns cuidados. Vale lembrar que o pós-operatório é indolor e a recuperação é relativamente rápida, mas o ideal é aguardar de duas a quatro semanas para liberação de todas as atividades de sua rotina.

Alergias sazonais.

Novamente, se você sofre de rinite ou outra congestão sazonal e irritação causada por alergias, a rinosseptoplastia pode reduzir as chances de sintomas e melhorar sua qualidade de vida.

Cirurgias no nariz podem curar alergias?

Por fim, a resposta simples para essa pergunta é: não. As alergias nasais, comumente conhecidas como rinite alérgica, são problemas crônicos. Os procedimentos cirúrgicos nasais podem aliviar os sintomas, no entanto, não há cura para a rinite alérgica. Se você é alérgico a pólen, poeira ou fumaça, é provável que seu sistema imunológico esteja produzindo anticorpos em resposta a essas substâncias que podem causar desconforto e sintomas como congestão das membranas mucosas, fadiga e corrimento nasal. Felizmente, alergias como a rinite nasal são sazonais e não duram o ano todo. Essas irritações nasais são normalmente tratadas com a ajuda de medicamentos anti-histamínicos e limitando a exposição à alergênicos. É crucial tratar a rinite alérgica e corrigir anatomias que dificultem o fluxo aéreo nasal, pois a inflamação crônica das membranas nasais (forro que recobre o nariz internamente) pode levar a problemas como sinusite aguda, apneia do sono, anormalidades palatinas e problemas dentários.